Visão DOOMundo: Estabelecimentos Rock & Metal em Portugal

Portugal não é propriamente um paraíso no que diz respeito à quantidade e diversidade de estabelecimentos Rock & Metal em Portugal… basta atravessar a fronteira e por essa Europa fora não faltam opções para quem queira beber um caneco com amigos sob um qualquer som inserido no largo espectro do Rock & Metal.
Sinto falta de um bar/taberna/pub alternativo que tenha um ambiente dedicado a tal cenário, com mesa de bilhar, um bar recheadíssimo de bebidas poderosas nacionais e internacionais (preferencialmente a preços convidativos…), decoração clássica com bandeiras, posters e info de concertos, petiscos para acompanhar a cervejola/vinhaça e pessoal que frequenta concertos e festivais um pouco por todo o lado.
Obviamente, não vou exigir um bar “Stoner Doom Metal” ou “Atmospheric Black Metal”, até porque estaria a limitar muito a atmosfera envolvente e estaria a ser um  chatinho freak. Simplesmente um bar para ir beber um copo e sentir-me familiarizado com o espaço e o ambiente. Gostaria de ter a opção de, a meio de uma qualquer noite, sozinho ou acompanhado, decidir: “bem vou ali beber uma cervejola ao balcão, ouvir uma rockalhada/metalada e encontrar malta conhecida”.
Uma vez que essas opções são escassas um pouco por todo o território nacional, vou-me centrar nas boas memórias que tenho de alguns locais que já nem existem, bem como enaltecer os locais que ainda sobrevivem.

Tasca da Velha (Bairro Alto – Lisboa)

Nem acreditei quando me levaram a este espaço!
“Filipe, tens de conhecer uma tasca metal no bairro alto, com petiscos, vinho e cerveja super barata e a dona é uma velhota simpática, a AVÓ DO METAL!”.
E eis que se confirma este grandioso local! Não sei se ainda se mantém aberto. A solução é simples:
Tasca da Velha = Avó do Metal + Bairro Alto + Tasca + Petiscos + Vinho/Cerveja (bons preços) + Metal extremo.

Pherrugem (Porto)


É talvez o bar que mais gosto de frequentar no Porto. Tem uma atmosfera própria, com pessoas de cenários e contextos diversos. A música é suportável e por vezes até chega a ser mesmo boa… Gostava muito da versão antiga do bar, com mais carácter, no entanto, acho que o acréscimo da sala nova contribui para tornar o espaço mais variado e acessível.
Algum excesso no que diz respeito ao fumo (quase insuportável) e poderia ter preços mais convidativos.
Tenho pena que não se façam noites temáticas com estilos musicais distintos que se enquadrariam de forma perfeita, tais como: Stoner Rock, Garage Rock e Blues.

Disorder (Lisboa)


Fui duas vezes a este bar e fiquei deslumbrado com a arquitectura e decoração do local. Uma autêntica caverna metaleira. Das vezes que lá fui, o som assentava essencialmente na onda Death/Gothic Metal (não é bem a minha onda mas…).  Entretanto ouvi falar de algum mau ambiente neste espaço… Sei que o local já mudou de gerência e de nome algumas vezes, mas não faço ideia se ainda se encontra aberto. Alguém me pode dizer?

Ex Bar (Vila Real)

Cresci em Vila Real e este bar ajudou-me a crescer. Bar versátil com especial foco no Heavy Metal, Hard Rock e Blues Rock. Para além do ambiente e música, era sempre bom estar com as personagens Vilarealenses (de partir a rir) que viviam neste bar. Infelizmente já não existe…

Buraco Negro (Coimbra)

Passei muitos e bons momentos neste bar/discoteca! Passava essencialmente Nu Metal, uma vez que na altura, bandas como Korn, Deftones e Coal Chamber estavam no seu auge, mas também muito Metal Industrial e Grunge.
Gostava especialmente da particularidade de este não ser um bar metal, mas sim, uma discoteca metal. Com pessoas a dançar e a cometer loucuras diversas. Um local destes, só poderia ser em Coimbra. Eternas saudades.

Comix (Porto)

Infelizmente já não existe e só lá fui uma vez. Provavelmente o bar do passado que mais elogios ouvi dentro do cenário “underground” do Porto. Não tenho muitas informações (nem foto…) acerca deste espaço e, como tal, gostaria de ouvir os desabafos de pessoas que o frequentava.

 Diagonal (Praia da Rocha – Portimão)


Este será possivelmente o mais genuíno bar de Metal dos que mencionei. Decorria a minha adolescência quando lá fui a primeira vez. De férias com meus pais, decidi explorar melhor a área de bares, uma vez que estava saturado dos bares clássicos do Algarve… e eis que encontro numa ruela este santuário! Frequentado por turistas mas também por Portimonenses, este bar passa literalmente um pouco de tudo. Extremamente versátil a nível geral: música, bebidas, jogos, comida, personagens e muita simpatia. Espero que se mantenha aberto por muitos anos e recomendo este bar a todos vocês.

Caros amigalhaços, alguma boa recordação que possam partilhar? Alguma recomendação de locais ainda abertos?…

Aproveito também para questionar a minha Invicta: “Porto, agora que possuis uma excelente vida nocturna, porque não dares à luz um belo bar/taberna de Rock & Metal? Prometo levar amigos e petiscos…”.

Comentários

Comentar
  1. naSum

    Quem é bom para responder a este POST é o Sérgio. Deixa ver se ele por aí aparece lol. Por acaso nunca fui a nenhum dos que mencionas…

  2. André

    Belo roteiro… Percebo o que queres dizer e realmente não encontro qualquer sugestão portuense para te dar. A verdade é que também não me identifico nessa tua necessidade, gosto de um bom copo onde quer que seja desde que me sinta confortável e que a companhia seja boa.

  3. António M. Silva

    O Disorder é o agora Transmission no Cais do Sodré, certo? Infelizmente é verdade, aquilo tornou-se numa espécie de QG dos Hammersmiths lisboetas e o ambiente nem sempre é simpático (já vi cenas de pancadaria desnecessária por lá). Ainda assim, às sextas-feiras divertes-te por lá. A entrada é gratuita, a música é maioritariamente metal (se bem que tanto ouves DJ Tiesto como Motorhead) e não é caro.

    Mas há espaços melhores. O Caricaturas, por exemplo, tem muito bom ambiente, o mesmo tipo de música e finos a 70 cêntimos. O Club Noir e o Metropolis também têm que se lhe diga, embora por vezes tenhas que pagar entrada.

    Bem lembrada, a Tasca da Velha! Pensei que eram poucas as pessoas que a conheciam :D

  4. Valter

    Sempre que dou um saltinho ao Porto vou ao pherrugem mas não fazia ideia que era um bar de rock/metal

  5. Filipe Santos

    António M. Silva, próxima ida a Lisboa, irei explorar as tuas dicas. Obrigado.

  6. vera viana

    É pena que não exista um espaço como o Filipe tem em mente, em plena cidade do Porto, com lojinha de discos ao fundo…
    Até era capaz de propor uns bons locais para o efeito…
    Não haverá por aí uma alma (caridosa e com dinheiro suficiente) para o concretizar?
    ;-)

  7. Amebix

    Cheguei a tocar algumas vezes no Comics com 2 bandas punk e crust esquecidas no passado.Foi o melhor bar de música que já teve a cidade.Vi muitos concertos miticos,demais para mencionar nomes,mas o dos 77 ficou marcado pela festa.Era um bar com vinil,onde as paredes estavam todas grafitadas.Para acabar devo dizer que o comix foi o primeiro bar do Porto com uma noite hiphop por semana,numa altura (anos 90)em que ele não era muito nem visto.Mas toda a gente convivia,desde o punk,ao gajo que ia ver uma banda industrial tocar com lixo até ao concerto de hip hop.Dito isto,acho que a noite do Porto é muito melhor agora do que era nos anos 90,mas que o Comix deixou saudades.isso deixou

  8. philtrips

    Que bela descrição do Comix, Amebix. Também já me falaram muito sobre o convívio misto que existia por lá. A noite do Porto está de facto explosiva, mas não se entende como não tem um bar do género. Até porque como já falei, passando a fronteira, em quase todo o lado existe…

  9. Tiago Esteves

    Ainda este verão estive com um grupo de amigos no Diagonal e fartei-me de curtir. O Transmission fui lá uma vez, numa noite de industrial e electro e que passaram cenas tipo Combichrist e Hocico e curti, apesar do ambiente uma beca degradante. O espaço é brutal e a nível de arquitectura do melhor que vi em Lisboa. Há e os Caspian tocaram lá :D

  10. Larissa Andrade

    Entendo a tua necessidade e até eu que gosto de Indie Rock e cenas mais Pop (não me crucifiquem por isso, hehehe) já estou saturada do sempre “mais do mesmo” na noite Portuense. Quero deixar claro que adoro a noite do Porto, mas às vezes a gente entra de bar em bar e parece que é o mesmo DJ pondo música em todos eles… acho que a noite do Porto tem espaço para diversificar e público bastante eclético, basta uma alma caridosa, com algum dinheiro, como bem disse a Vera, para proporcionar um espaço onde pessoas como as que frequentam os concertos da Amplificasom possam ir tomar seus copos sentindo-se um pouco mais em casa.

  11. Valter VLord Varela

    @ Eclipse Bar 19/10/2012 – VLord dj set

    KEEP CALM, Tonight We Will LISTEN TO METAL
    VLord dj set esta sexta feira. A entrada é livre.

    http://www.facebook.com/events/449255938449096

    Thrash, Death, Heavy, Nu, Goth, Industrial

    Antrax, Megadeth, Pantera, Metallica, Motorhead, Saxon, Death, Slayer, Testament, Kreator, Sodom, Arch Enemy, Cavalera Conspiracy, Drowning Pool, Disturbed, Slipknot, Korn, Static X, System Of a Down, Deftones, Type O Negative, Moonspell, Katatonia, Amorphis, Tristania, Ministry, NIN, Marilyn Manson, Rammstein…

  12. Lia

    Gostei da descrição do Buraco Negro (Coimbra)! Era mesmo assim! E que saudades deixou…