Why metal fans are brainier

A disproportionate number of bright students listen to metal. No wonder – it’s difficult, erudite and still the voice of the outsider.

As Metallica once said, let it be written. It’s not the students who love Radiohead that are likely to be the brainiest in their University but the kid down the hall with the Tool t-shirt and a fixation with the floor. A study published today reveals that a disproportionate number of members in the National Academy for Gifted and Talented Youth (a body of 120,000 students which represents the top 5% of academic achievement) list heavy metal – or “metal”, as its devotees these days know it – as their favourite kind of music.

Continua aqui.

Comentários

Comentar
  1. Crestfall

    “There is literature that links heavy metal to poor academic performance and delinquency but we found a group that contradicts that,”

    Há inteligentes, medianos, burros… Certamente que há de tudo, e tb é verdade que para muita gente que olha de fora o estereotipo do metaleiro é do gajo parco em inteligência e sem obejctivos, mas a isso chama-se preconceito.

  2. ::Andre::

    Eu não ligo a estudos, médias, estatísticas nem nada dessas mierdas. Não compreendo como é que se generaliza tanto as coisas como se fossemos todos iguais, como se coubessemos todos no mesmo saco. No entanto, postei isto aqui apenas para gerar discussão.
    E concordo com o crest, o “metaleiro” passa sempre por burro.

  3. Melancolia

    Acho que o tempo desse preconceito há muito que caiu… Mas por outro lado, o público-metaleiro também encara os mainstreamers como ocos, superficiais… É assim em todos os grupos, é uma forma de se garantir a individualidade-colectiva, de valorização… É “humano”!

  4. Crestfall

    Caiu nada, tu é que não o sentes ahah. Isso de rivalidades grupais é o pão dia.