Windsor for the Derby ao vivo… ou não…

Depois do melhor sushi de sempre e de uns Black Bombaim cada vez em melhor forma, vi uma banda que não foi banda, uma banda que não voltarei a ver. Os Windsor for the Derby podiam ter tido uma noite má, podiam, mas deram claramente um concerto para o cachet, um concerto sem alma, sem atitude, aborrecido… O som não foi o melhor, o atraso cansou, e o espaço, ao contrário da noite dos L’Enfance Rouge, demasiado grande onde mesmo com umas centenas de pessoas dava a noção de estar despido, mas isso são críticas para a organização. Já a banda, aquilo que se pede é que estejam onde estiverem, com ou sem palco, para uma ou mil pessoas, é que nos dêem o melhor. Enfim…

Um obrigado especial à malta que se deslocou a Braga. Daria tudo para que essa mesma malta tivesse ido a L’Enfance Rouge, esse sim foi um concerto incrível.
O terceiro concerto agenciado pela Amplificasom no juB09 será muito melhor: HEIRS dia 23 de Setembro.

Comentários

Comentar
  1. José

    Pois… mais uma vez tive que voltar mais cedo para casa por imposições familiares. Mas também me pareceu que o ambiente estava morno ou mesmo morto… Valeu pelos Black Bombaim e também pelo sushi! Sei é de aguém que se aventurou na Sakeirinha e não se saiu mal!
    Sakeirinha 1 – Windsor 0

  2. Alexandre Fernandes

    Estive lá (sou de Braga) e dei o benefício da dúvida aos Windsor, até porque não os conhecia antes deste concerto. Pareceram-me apáticos, mas não sabia se era defeito ou feitio. A música deles também não me empolgou muito. Um bocado sem sabor. Isso não me impediu mais tarde de os ir incomodar com perguntas típicas de bêbado. :)

    Concerto à parte, parabéns à organização do JUB pelo esforço que tem mostrado em trazer bandas alternativas DE BORLA para o público bracarense (e das redondezas). E à Amplificasom, claro.

    Já agora André, eras o moço de barbas que estava com o Fua?

  3. Scometa

    Esse era provavelmento o to jo dos BB. Ou entao o Ilidio da SIR

  4. Paulo

    O post original e as considerações que o André tece sobre os WFtD são uma das razões pelas quais a Amplificasom faz parte do grupo da frente. Prefere-se certamente elogiar, diz-se bem quando é para dizer bem mas não há quaisquer problemas em dizer mal se assim se justifica.

    Thumbs up, André.

  5. ::Andre::

    Não Alexandre, fui até Braga de barbinha feita, mas numa próxima bebemos um copo :)

  6. mute_suds

    Está tudo a desviar-se da questão principal. Mas afinal onde foi esse melhor sushi de sempre?

  7. ::Andre::

    Hosho, caro Luís. Caipirinha de sake (sakerinha) 5 estrelas!

  8. Alexandre Fernandes

    Ok André. :)

    Por acaso vivo na rua ao lado do Hosho!

  9. mute_suds

    Obrigado, caro André. Falta ainda essa informação – onde fica o Hosho?

  10. Manuel

    O Hosho fica na rua do forno, na zona historia da cidade de Braga por detras da Sé Catedral, ainda bem que o shushi foi o melhor de sempre, o concerto de windsor for the derby foi mt insosso, no hosho nao tava por la o Adolfo Luxuria Canibal? se não me engano ele é um dos socios do shushi bar.

  11. Alexandre Fernandes

    Sim, creio que a companheira dele é a dona ou co-gerente do restaurante juntamente com ele próprio.

  12. ::Andre::

    Yep, está relacionado com o Canibal. Luís, quando pagas um jantar em Braga?