Year of no Light: lembram-se do ano passado?


Foi estrondoso, surpreendente até. O vocalista tinha acabado de sair da banda, a maior parte dos fãs não estava sequer a par e a actuação metamorfósica completamente instrumental deixou toda a gente rendida (até aqueles metaleiros que suaram em The Haunted). Foi um grande grande concerto: temas, som, jogo de luzes, as duas baterias numa batalha… Nada falhou de uma banda que merecia, sem dúvida, muito mais destaque. Curiosamente, esta semana comecei a ouvir o novo Ausserwelt e reconheci alguns dos temas tocados nesse inesquecível concerto. Pode-vos parecer estranho ou se calhar ainda não o digeri bem, mas não ouvia uma viagem destas com tanta qualidade e genuidade desde os GYBE. A confirmar em breve, para já tudo me soa bem e diferente.

Comentários

Comentar
  1. naSum

    Eu não me lembro. Até porque não fui. Mas que este álbum tá fófinho está

  2. Tiago

    Sublinho a tua última frase, André. Tudo me soa bem e diferente, que discaço!!

  3. Susana Quartin

    Grande concerto, melhor maneira de acabar a noite :). Ainda não ouvi o novo…