Ziltoid The Omniscient

Ziltoid The Omniscient, a 4th dimensional alien has come to earth and is currently hovering 5 miles above Qatar. Beaming messages to the earth, including video, music, and words, His Omniscient- ness has one dimension up on us humans, allowing him control over time. But, in order to bend time he requires the perfect fuel – BLACK COFFEE – found in abundance on only one planet in the omniverse… Earth. He plays guitar and sings, is moody and a bit sensitive with his first record due in late June. Surrounded by nymphs and prancing plasma beings, the album was produced by Devin Townsend in the hanger of the Ziltoidian space barge. All hail Ziltoid and his Infinity metal! Prepare your finest brew!
Alguém lhe arranje A Chávena de café!

O Devin Townsend é um Deus insano, e como tal, gosta de fazer promessas vãs. Apregoa em todas as oportunidades que se lhe apresentam que não vamos ouvir falar dele durante muito tempo, e pouco depois apresenta mais um projecto! A culpa também não é dele, a hiperactividade de que sofre é uma desordem da qual ninguém conhece as causas, e que o obriga a produzir. Deste modo, vamos sendo obrigados a conviver constantemente com a sua criatividade extravagante, foi tudo idealizado e produzido pelo homem.
Ziltoid é um justiceiro intergaláctico, a humanidade tem que pagar pela sua aflitiva incapacidade de produzir café decente, ou lhe apresentamos a derradeira chávena de café ou em breve enfrentaremos a extinção. A única entidade capaz de fazer frente a Ziltoid é o nosso Captain Spectacular. Além de melómano desviante, é necessário ter sentido de humor para entender este disco. As personagens são peculiares e a história é hilariante. Ziltoid deve ser uma encarnação do próprio Devin, atente-se no cabelo e nos olhos completamente zoina! Musicalmente pode ser visto como um cruzamento entre os 2 projectos mais visíveis, Stapping Young Lad e a Band. A melodia da Band [Hyperdrive, The greys] e a devastação de SYL [Ziltoid Attaxx!!!], pendendo ocasionalmente para cada um dos lados. Ruídos alienígenas, coros ultra-dimensionais, e efeitos espaciais são aplicados à medida que a história avança. Quando a nave abandona as pastagens mais serenas, o the drumkit from Hell do Tomas Haake [Meshuggah] imprime uma pujança absurda e alguns Riffs parecem Kalashnikovs, atingindo a velocidade warp em poucos segundos.

Aguardam-se novos episódios da saga de Ziltoid:

Comentários

Comentar
  1. Viterbo

    I’m Ziltoid – the Omniscient the best guitar player in the world :) Lindo

  2. Greenie

    (faltam aí na agenda veados com fome e noise project em passos manuel dia 24 e talvez madcab na fábrica de som a 16 de junho, não ficasse mal também)

  3. Pedro

    Gosto de quase tudo que esse caralho mete as mãos, tenho que ouvir este discol.

  4. naSum

    muito bom album. totil marado. lol.

    You shall fetch me your universe’s ultimate cup of coffee: black.

    tks pelo video nao o tinha visto ainda :P

  5. PoisonGodMachine

    Oh Gath…. cala-te, caralho!!!

    Se o homem quer café, é bom que venha ao reino da Lusitânia. Fora dele, é só mijoca! LOL!!!

  6. Crestfall

    LOL, caralho lá pro gathering!

    Ele só conhece café canadiano, por isso é que está tão revoldado.

  7. Crestfall

    Ehehe não nos esquecemos não, e esperam-se mais transmissões.

  8. ::Andre::

    Criativamente não achei este álbum nada de especial. Agora concordo que é hilariante, que merecia uma serie cheia de episódios… era porreiro.