Ainda não ouviram o FÆMIN?


O Ponto Alternativo diz:

E não se situam nesse campo, comummente designado por post-metal ou sludge, de olhos especados no futuro: os Process of Guilt são presente. São hoje. Não há imberbes esperanças, há uma consolidada maturação de uma abordagem sonora que é do melhor que se encontra neste país. E há, convém (re)sublinhar, a verdade, que este álbum acertadamente ilustra na fome: cruel, dolorosa, asfixiante, pungente e, em última instância, fatal. Convém alguém transportá-la e contá-la, não só pela urgência, mas pela sua essencial pulcritude. E os Process of Guilt fazem-no.

Nota também para esta entrevista bem conduzida e interessante pela Misantropia Extrema.

Aproxima-se fim-de-semana de novas apresentações: sexta em Viseu, sábado no Porto!

[slickr-flickr tag="ainda-nao-ouviram-o-faemin" items="24"]

Comentários

  1. naSum diz:

    Ouvi hoje a 1ª vez. Pareceu-me muito bem. Tenho que ouvir com mais calma

  2. André diz:

    E sábado tens que ir ao concerto!