Ervas especiais

I don’t wanna hear old sad bastard music, Barry, I just want something I can ignore.

Lembram-se destas palavras de Rob Gordon no Alta Fidelidade? Eu levo a música muito a sério, mas todos nós precisamos de vez em quando de sons que possamos ignorar não no sentido literal da palavra porque aí metíamos qualquer merda a rodar, mas sons que possamos ouvir mais com o corpo do que o cérebro. Sugiro a leitura do tópico do Zé mais abaixo.

Esta box-set-que-não-é-box-set de MF Doom que está prestes a ser reeditada e que aqui assina como Metal Fingers é um desses discos. Aliás, são três e compilam as sessões Special Herbs que DOOM editou entre 2001 e 2005 e alguns temas (datados) dos KMD, a sua primeira banda cujo percurso o mudou para sempre.

São mais de 70 rascunhos inebriantes com uma média de 2 minutos cada onde prova que é mestre na “estratificação” de loops e samples. A mistura é áspera e bruta e por vezes as transições fazem-se de forma brusca, exactamente como aprecio.

O resultado, esse é sempre o mesmo: sejam batidas instrumentais como neste caso, seja como MC ou acompanhado de mestres dos Wu-Tang, a samplar cartoons dos Fantastic Four ou a musicar o Grand Theft Auto, o resultado é sempre brilhante.

Comentários

Comentar